FILHOS, POR QUE PLANEJAR

Será que existe um momento ideal para ter filhos? Qual o objetivo de planejá-los?

Tenho um filho de 2 anos e ele não foi planejado, foi apenas pensado, não me arrependo de ter engravidado, mas se tivesse planejado seu nascimento as coisas teriam sido mais fáceis.

Não adianta ficar se enganando e pensar que uma criança não da gasto, é totalmente o contrário, mesmo que você seja uma pessoa muito econômica o gasto será alto. Sempre tenha em mente que é outra vida, é uma pessoa que tem necessidades muito além do que você possa imaginar.

Posso dar alguns exemplos, tem-se gastos com fraldas, roupas, brinquedos, remédios, leite e utensílios ( mamadeiras, copinhos, etc). Se quiser saber os gastos médios que deve ter em mente antes de ter um filho, leia o post deste link:

https://www.diretoaoassunto.com.br/as-fases-financeiras-de-um-filho/

Os gastos mais básicos nem sempre são um problema, mas você já parou para pensar em uma boa escola, em um bom plano de saúde, uma boa casa e no seu psicológico? Sim, no seu psicológico, será que já tem maturidade e capacidade suficiente para isso?. Crianças fazem bagunça, birras, não dormem direito a noite, precisam de atenção e amor, e uma pessoa não preparada acaba ficando estressada e o que se tem para o futuro é um adolescente revoltado porque os pais não tinham tempo suficiente ou paciência para ele.

Quando tivemos nosso filho, a vida em casal mudou já não saímos mais com os amigos, nem só eu e ele e também não tínhamos mais tempo para nós. Quanto as nossas ideias e planejamentos de casa própria ou de trocar de carro simplesmente foram por água a baixo, já não conseguíamos mais economizar, pois quase sempre precisávamos comprar algo (um inalador, o sapato que já não servia mais, a nova cadeirinha para o carro).

Hoje acredito que se tivéssemos nos estabilizado, comprado nossa casa e depois planejado os filhos, teríamos condições de dar a ele uma vida bem mais agradável, assim como para nós confesso.

Quer ter certeza de que está na hora de ter um filho? Responda a si mesmo essas questões:

  • Consigo conciliar meu trabalho com meu filho?
  • Tenho condições financeiras para dar a ele uma vida com qualidade?
  • Tenho espaço suficiente em minha casa? (pense nos brinquedos, no quartinho).
  • Estou disposta a enfrentar e aceitar as mudanças corporais?
  • Estamos preparados para abrir mão de parte da nossa vida de casal?
  • Estou preparada para as noites em claro, para preocupações?
  • Tenho alguém com quem contar para emergências?

Além disso, se tudo der certo faça um orçamento a respeito dos gastos da gravidez e do bebê.

Se depois de tudo isso, suas condições te permitem aguardar e você ainda está se perguntando sobre o momento certo de engravidar, a resposta é simples: vida relativamente estável (carro, casa, nenhuma ou poucas dívidas) e acima de tudo estejam dispostos a amar e ter paciência incondicionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *